Total de visualizações de página

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

DENDROCALAMUS ASPER & DENDROCALAMUS GIGANTEUS

Disponibilizo abaixo o conteudo de um estudo comparativo entre as duas espécies, aos interessados em conhecer as diferenças visuais entre o Dendrocalamus asper e o Dendrocalamus giganteus, ambos conhecidos popularmente como Bambu gigante.




DENDROCALAMUS ASPER E DENDROCALAMUS GIGANTEUS
Relatório comparativo entre as duas espécies
                                    Por José Ene  - Colecionador e produtor de mudas de bambu
Abaixo faço um breve relato sobre uma dúvida em relação a diferenciação e identificação entre duas espécies de Dendrocalamus que eu tenho em minha coleção de Bambus.
                                                                                                                Histórico
“Há alguns anos (em 2002) adquiri um lote de mudas de Dendrocalamus giganteus que vieram da produção da Universidade de Bauru/SP. Após algum tempo, quando saíram os primeiros brotos e vieram os colmos, tirei algumas fotos e as mandei para o Mark Meckes(ainda vivo nessa época), o qual me auxiliava a reduzir e nomear as minhas fotos para colocá-las em seu site (www.bamboocraft.net). Ao examinar estas fotos o Mark me contatou dizendo que as fotos estariam com o nome trocado, pois as fotos se tratavam de D. asper e não D.giganteus (em anexo me remeteu fotos de outros bambuzeiros experientes do Grupo bamboocraft  www.bamboocraft.net ,  como sendo do D.asper). Nesta mesma época contatei com o Prof. Marco Pereira e coloquei a ele a observação do Mark. O prof.Marco me respondeu citando que as mudas eram de D.giganteus, pois assim ele teria recebido as matrizes que deram origem as minhas mudas e comentou,  que na época, havia tentado reproduzir o D.asper sem sucesso, se não me engano por razões climáticas.
Portanto, as mudas que recebi  e que outro bambuzeiro de Viamão/RS, o Moisés, também recebeu, no mesmo lote, se tratavam de D.giganteus. Assim, naquela oportunidade confirmei para o Mark o qual, embora ainda com a dúvida, postou em seu site as minhas fotos com o nome que eu havia lhe passado - Dendrocalamus giganteus. Nesta  mesma época  ele me remeteu algumas fotos e links de D.giganteus com colmos verdes e lisos(semelhantes na textura com o D.latiflorus) e outras fotos de D.asper com textura áspera e amarronzada. Como eu dispunha em minha coleção as duas espécies poderia verificar “ïn loco” as diferenças apontadas pelo Mark Meckes.
Neste meio tempo tive a oportunidade de visitar o Prof.Marco Pereira na Universidade de Bauru de onde vieram as minhas primeiras mudas e também o Instituto Jatobás em Pardinho/SP de onde havia adquirido outras mudas com o David Escaquete que participara de um Curso sobre bambus em Santa Rosa,SC para onde havia levado um lote de mudas de várias espécies para venda. Nesta oportunidade dentre outras espécies adquiri mais algumas mudas de Dendrocalamus asper (com o nome de D.giganteus).
Passados 2 anos visitando o Mark em Austin,TX ele me conseguiu o contato e uma visita com o Michael Richards em New Iberia na Louisiana (www.liveoakgardens.com).  O Mike, como é chamado, é um aficcionado colecionador, produtor de mudas e um dos maiores revendedores de bambu do sul dos USA. Ele e seu filho(que morou mais de 1 ano na Ásia)que também conhece estas espécies, me mostraram dezenas de touceiras e mudas de D.giganteus e D.asper – Os D. giganteus com colmos verdes e lisos e os D.asper ásperos e amarronzados. - Então a dúvida apontada anteriormente pelo Mark Meckes continuou aumentando e aguçando minha curiosidade. Passei então a estudar estas diferenças entre as duas espécies e procurar dados que pudessem me dar a certeza de que as espécies das minha coleção estivessem devidamente identificadas com o nome correto, ainda mais que eu estava desenvolvendo mudas e as repassando a outros colecionadores e interessados.
Em Fev de 2010 estive visitando outro colecionador do mesmo perfil do Michael Richard no norte de Miami,  o Robert Saporito(www.tropicalbamboo.com) o qual  dispõe de  uma variedade de aprox. 150 espécies em sua coleção, dentre elas o D. giganteus com  colmos verdes e lisos e o D. asper,  ásperos e amarronzados.Nesta oportunidade obtive muitas fotos das duas espécies. O mesmo ocorreu nas vistas a outro colecionador em Tampa,Fl  e também, para complementar o levantamento fotográfico na visita ao Fairchild Tropical Botanic Garden- Coral Gables/Fl onde as duas espécies estão lado a lado devidamente identificadas. A partir destas comprovações ficava muito claro que o Mark Meckes estava certo e os meus bambus eram Dendrocalamus asper e não D.giganteus.
O desenvolvimento do relatório que se segue está baseado nestes depoimentos citados e nos levantamentos fotográficos obtidos nestes sítios visitados.
 EM JUNHO/2010
DENDROCALAMUS ASPER  E DENDROCALAMUS GIGANTEUS
LEVANTAMENTO FOTOGRÁFICO COMPARATIVO ENTRE AS DUAS ESPÉCIES
1-Broto de Dendrocalamus asperBrotação
2010 – Coleção  Agrobambu 
                              

















 











2-Broto de Dendrocalamus giganteus - Foto
remetida por por J.Roy Rogers/Tampa em http://www.bambooweb.com/


3-Colmo novo de D.asper - Na Agrobambu

  
4-D.giganteus – No Fairchild 





        
                                                                    
                                                                5-Colmos de D.asper porção basal- 
                  

















6-Colmos de D.giganteus  porção   basal - NaTropical Bamboo                                                
    
                                        
7 - D.asper - Textura áspera com tonalidade marrom ou dourada
semelhante a uma penugem 
                    
 





8-D.giganteus - Textura lisa ao toque  e tonalidade verde acinzentada e com leve brilho
9-D.asper - Na Tropical Bamboo
                                            
10-D.giganteus no Fairchild



11-D.asper -
11-a No Fairchild Botanic Garden


                                     11-b – Na coleção Agrobambu
                    

12 - Dendrocalamus giganteus
12-A-No Fairchild Tropical Botanic Garden



12-b - D.giganteus- Na Tropical Bamboo


D.giganteus no Fairchild Tropical Botanic Garden – Coral Gables/Fl
COMENTÁRIOS SOBRE OS LEVANTAMENTOS FOTOGRÁFICOS
OBJETIVO –
Este estudo comparativo tem o objetivo de orientar os admiradores das espécies confrontadas e através destas características básicas poderem distinguir ambas as plantas.
Deve-se, entretanto levar em consideração outras informações, como procedência da planta, fornecedores, clones, etc... É imprescindível obter junto ao fornecedor os dados de origem da
 planta para poder identificar os subseqüentes clones/mudas que poderão ser obtidos desta planta no futuro.
OBSERVANDO PLANTAS ADULTAS
É sempre útil obter o roteiro de origem da planta em caso de aquisição de mudas. Estas duas espécies e outras do mesmo gênero, enquanto jovens, apresentam quase a mesma configuração sendo quase impossível sua identificação a não ser por métodos taxonômicos específicos e orientados por botânicos experimentados.  As características taxonômicas que as diferem estão nas folhas, nas bainhas caulinares, nas ramificações, nas texturas e tonalidades dos colmos, nos brotos e outras formas e depois nos colmos em suas formas adultas. Como este estudo se refere a plantas adultas pudemos verificar, pelo contato com produtores e colecionadores experimentados, que as diferenças demonstradas são bem definidas. Dendrocalamus giganteus com colmos lisos no primeiro terço, verde claro com textura suave. D.asper com colmos ásperos (como o próprio nome sugere) cobertos com penugem dourada/amarronzada.
No depoimento com o Sr. Michael Richards (New Iberia/LA), obtivemos os primeiros sinais das diferenças entre os colmos ásperos e lisos do D.asper e dos D.giganteus, respectivamente. Nesta ocasião (2007) verificamos em sua coleção muitas mudas de D. giganteus plantadas em potes para entrega ao mercado. Todas tinham a configuração citada no descritivo acima.-
COMPARANDO AS FOTOS
Em  Fev de 2010 ao visitar a coleção do Sr. Robert Saporito em sua propriedade em West Palm Beach, FL (http://www.tropicalbamboo.com) obtivemos as fotos numeradas de 4,5,6,8,9 e algumas no bloco 12. Quando tivemos oportunidade de ouvir o seu depoimento de que os Dendrocalamus  latiflorus e giganteus são lisos menos o Dendrocalamus asper que é áspero como o próprio nome sugere.
Ainda em busca de mais fotos vistamos em maio/2010 em Tampa,FL outro colecionador e produtor de mudas de bambu o Sr.J.Roy Rogers, o qual dispunha  de uma touceira antiga de D.asper em sua coleção. Este bambu apesar de ter a coloração toda verde trata-se do D. asper, pois estes colmos quando muito antigos ficam cobertos pelo musgo porém a  textura ao toque destes colmos fica um pouco áspera também. O colecionador não dispunha de nenhuma espécie de D.giganteus em sua coleção .
No mesmo período fui visitar a coleção de Bambus do Fairchild Tropical Botanic Garden em Coral Gables,FL, ao sul de Miami . Procurando as espécies identificadas pelos botânicos do local e pela American Bamboo Society como sendo D.giganteus(fotos 4 ,10 e 12)
Como complemento, disponho de uma série de fotos de bambus da minha coleção. As fotos obtidas na minha propriedade estão nominadas como  Agrobambu CF&T e são todas do D.asper.
Para complementar este relato é conveniente observar que, em todas as visitações a grandes touceiras de bambu no sul e centro do Brasil, que me apresentaram como sendo de Dendrocalamus giganteus constatei se  tratar de Dendrocalamus asper, donde concluí que esta espécie não é comum aqui nesta região e que, por ser popularmente chamada de “Bambu gigante, leva a conclusão errônea de que se trata de D.giganteus.
OBS.:Esta conclusão é baseada em depoimentos e dados empíricos, obtidos pelo autor deste relatório.

Elaborado por José Ene – Agrobambu CF&T– Eldorado do Sul,RS –
Atualizado em out/2010
 http://www.bamboofount.com.br

COMPLEMENTO SOBRE OS LEVANTAMENTOS FOTOGRÁFICOS COM NOVAS FOTOS
OBTIDAS EM OUTROS LOCAIS EM 2011

Em maio de 2011 tive outra oportunidade de atestar e confirmar as minhas pesquisas sobre estas espécies. Ao visitar o Ralph Evans ( www.bambooheadquarters.com ), colecionador e outro grande produtor de mudas de bambu nos USA, e sua coleção em Vista,CA, próximo a San Diego. Nesta ocasião consegui obter alguns depoimentos em vídeo e outra série de fotografias que muito bem detalham o Dendrocalamus asper e o Dendrocalamus giganteus pois ele dispunha de várias grandes touceiras das duas espécies que lhe serviam de matrizes para obter as suas mudas.




1-UMA DAS TOUCEIRAS  DE DENDROCALAMUS ASPER DO RALPH EVANS 
           



                                                
















 2-TOUCEIRA DE DENDROCALAMUS GIGANTEUS-RALPH EVANS
                                                
                                                
 












3 Detalhe de Dendrocalamus giganteus no Bambooheadquaters



FOTOS OBTIDA NO QUAIL BOTANIC GARDENS EM SAN DIEGO,CA-2011

CURIOSIDADE:

1-  TOUCEIRA DE D.GIGANTEUS EM INFLORESCÊNCIA
Segundo informações obtidas no local o fato de haver processo de inflorescência nesta touceira não corria o risco de morrer, porque o tipo de inflorescência não apresentava  sementes (todas as sementes eram secas-só a palha). Não estou certo de que isto seja realmente verdadeiro.
















COMENTÁRIOS FINAIS

Estes relatos, como antes citado, não estão embasados em fundamentos taxonômicos das duas espécies, apenas em depoimentos e constatações obtidas através de pessoas experientes que foram colaborativas desde o início destes levantamentos, os quais se iniciaram em 2002, ou seja, há quase 10 anos atrás.
Em 2009/2010 tive a oportunidade de levar este tema para conhecimento da comunidade bambuzeira através do Grupo Agabambu e veiculado nos Grupos Bambu-brasil e Grupo BambuSC.
Os relatórios, devido as suas dimensões, não foram anexados nos mails dos Grupos, porém foram remetidos a diversos interessados participantes dos Grupos na época.
No final de 2011 estive novamente visitando o Robert Saporito na sua Tropical Bamboo e novamente abordamos o tema e obtivemos novas fotos e vídeos para corroborar o que havia divulgado. Como disponho de mais de uma centena de fotos, vídeos e depoimentos sobre o assunto é impossível anexar todo este material neste relato. Poderemos no futuro ir ampliando este conteúdo de forma que ele possa complementar algum trabalho de pesquisa. A medida que for obtendo outros novos dados iremos atualizar este conteúdo.

Atualizado em jan/2012
JOSÉ ENE – AGROBAMBU-CF&T –
            http://agrobambu.blogspot.com/

10 comentários:

  1. BOA TARDE JOSÉ ENE,

    LI O SEU ESTUDO SOBRE AS DIFERENÇAS ENTRE O D. ASPER E O D. GIGANTEUS, MAS AINDA FIQUEI COM ALGUMAS DÚVIDAS:

    1 - QUEM CRESCE MAIS E ATINGE MAIOR CIRCUNFERÊNCIA?

    2 - QUAL SERIA A DIFERENÇA DE TAMANHO ENTRE OS DOIS?

    3 - QUAIS AS APTIDÕES QUE CADA UM POSSUI, (CONSTRUÇÃO CIVIL, ARTESANATO, ETC).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Francisco
      Agradeço seu contato. Embora não tenha todas as respostas que vc. precisa tentarei fazer um resumo.
      Estes bambus não são originários do nosso país, portanto estão fora de seu habitat nativo, embora encontrem neste imenso país tropical excelentes condições para se reproduzirem, muito próximas de seu ambiente de origem(Asia).
      Em condições ideais seriam as seguintes características:
      1- O D.giganteus chega a atingir diâmetros um pouco maiores que o D.asper, mas é muito pequena a diferença em se tratando de bambus gigantes(25 a 30cm).
      2- O D. asper e o D.giganteus atingem aproximadamente a mesma altura (max 30m).
      3- Ambos são utilizados em contruções civis, na indústria de móveis e artefatos,decoração e paisagismo.
      Segue um link interessante de um site fundado por meu amigo pessoal(Mark Meckes/falecido,hoje continuado por sua esposa Carole. Neste website existem várias abordagens sobre estes bambus onde vc. poderá extrair mais uma parte das respostas:
      http://www.bamboocraft.net
      Obrigado por sua participação!
      Ene
      BambuPlatz Garten
      Agrobambu CF&T
      http://www.bamboofount.com

      Excluir
    2. BOA TARDE JOSÉ ENE,

      PRIMEIRAMENTE, MUITO OBRIGADO PELA SUA ATENÇÃO.

      COLHI RECENTEMENTE ALGUMAS HASTES DE D. ASPER E GOSTARIA DE FAZER O BENEFICIAMENTO COM BORAX, MAS, AQUI NA MINHA CIDADE NÃO ENCONTREI, GOSTARIA QUE SE POSSIVEL VOCE ME INFORMASSE ONDE POSSO COMPRAR.

      GOSTARIA TAMBEM DE ADQUIRIR ALGUMAS MUDAS DE D. GIGANTEUS E QUERIA SABER QUAL UM LOCAL CONFIAVEL PARA COMPRAR.

      Excluir
  2. "Para nada valem fotos e registros arquivados em uma pasta se não puderem ser compartilhadas para geração de conhecimento e aprendizado."

    Que bom que ainda há pessoas que pensam assim !

    ResponderExcluir
  3. BOA NOITE JOSÉ ENE

    PARABENS PELO POST, MUITO BOM. TIROU MINHAS DUVIDAS E DESCOBRI QUE POSSUO UMA MOITA DE D. ASPER.
    gOSTARIA DE SABER SE VC NÃO TERIA MUDAS DE D.GIGANTEUS E MOSSO PARA VENDER, OU INDICAR ALGUM PRODUTOR CONFIAVEL.
    pOSSUO UMA AREA DE RESERVA, QUE TEM UMA GRANDE EROSAO E COSTARIA DE INTRODUZIR ESSAS 2 ESPECIES.
    ESTOU NO INTERIOR SE SP.
    AGRADEÇO DESDE JA.

    AMAURY

    ResponderExcluir
  4. Olá José!
    este seu post me ajudou muito!
    faço mestrado e estudo a espécie Dendrocalamus giganteus, mas no meio do caminho surgiu a dúvida que pudesse ser D. asper.
    Sua postagem me ajudou a resolver essa dúvida.
    gostaria de saber, porém, se você tem algum material científico, como artigos, etc que falem sobre as características morfológicas dessa especia, como altura, diametro médios. tamanho de folha, etc.
    desde já obrigada,
    Eduarda

    ResponderExcluir
  5. Excelente tarde amigo,

    Sou um entusiasta e com uma missão. Fazer um levantamento de custos para obtenção de uma exposição viva. Ou seja, necessito de custos de mudas das espécies hoje no brasil. E para tanto, peço-lhe encarecidamente que me ajude nessa empreitada.

    Como posso cotar mais de 250 espécies, isso verdade?
    E catalogá-la? Onde encontro essas informações?

    Desde já, agradeço-lhe por todo e cada segundo dispensado.

    Vanderlei Silva/Pr.

    ResponderExcluir
  6. Estou em portugal onde posso comprar a muda do asper?
    Vc vende e envia?

    ResponderExcluir
  7. Excelente pesquisa, parabéns e obrigado!

    ResponderExcluir
  8. Obrigado a todos que acessaram o meu blog e pelos comentários.
    Algumas vezes as respostas são dadas diretamente aos mails dos participantes e não estão copiadas neste blog.

    ResponderExcluir

Os comentários que trouxerem informações adicionais ou correções aos temas descritos neste blog serão incorporados a postagem com os devidos créditos ao autor.
Sugerimos que, ao acessar por smartfones seja feita a opção de acesso para "versão para web" na parte inferior do conteúdo, para que apareça o menu de todos os posts publicados e suas datas de publicação